Bancas de Defesa de Dissertação – Mestrado em Economia Rural

22 de janeiro de 2020

Banca de DEFESA DE MESTRADO:

DISCENTE: NATANIELE DOS SANTOS ALENCAR

DATA: 28/01/2020
HORA: 10:00
LOCAL: Sala e videoconferência do CCA
TÍTULO:
Ensaios sobre as disparidades no desempenho educacional entre o meio urbano e rural brasileiro

RESUMO:
O estudo é composto por dois ensaios sobre as disparidades no desempenho educacional entre o meio urbano e rural brasileiro. No primeiro ensaio são analisadas como as diferenças entre as características dos professores podem explicar a lacuna no desempenho educacional dos alunos do 9º ano do ensino fundamental de escolas urbanas e rurais do ensino público brasileiro em 2017. Por meio dos dados da Prova Brasil-SAEB utilizou-se uma estratégia empírica de regressões quantilicas incondicionais combinadas à decomposição de Oaxaca-Binder proposta por Firpo, Fortin e Lemieux (2018). Foi observado que os estudantes de escolas urbanas têm melhores desempenhos nos testes da Prova Brasil-SAEB que os do meio rural. Os resultados mostram que os professores com licenciatura na área que leciona influenciam positivamente e significativamente o desempenho em Língua Portuguesa e Matemática, sendo, esse efeito maior para os estudantes das áreas rurais. Contudo, essa influência descresse à medida que aumenta o quantil em ambas as áreas. Ademais, os resultados da decomposição sugerem que a contribuição agregada das diferenças nas características dos professores, e de seus coeficientes, sobre os diferenciais é pequena quando comparada ao efeito agregado das outras características. Portanto, reduzir as disparidades nas características dos professores entre as duas áreas pode ser a solução menos eficaz para a redução dos diferenciais entre as duas áreas. O segundo ensaio buscou mensurar o efeito indireto da escolaridade dos pais sobre o desempenho escolar dos filhos que estudam no 3º ano do ensino médio das áreas urbanas e rurais brasileiras nas disciplinas de Língua Portuguesa e Matemática, por meio da mediação tipo de escola que estudam, se são de tempo integral ou não. O método utilizado foi o de Efeito Mediação Causal, os dados trabalhados são do SAEB para o ano de 2017. Os resultados apontam que o nível de escolaridade dos pais influencia na educação dos filhos, proporcionando melhores desempenhos educacionais. Esse efeito é potencializado pelo tipo de escola que os filhos estudam, se são de tempo integral ou não, principalmente quando a mãe possui nível superior completo.

MEMBROS DA BANCA:
Presidente – JAIR ANDRADE DE ARAUJO
Interno – VITOR HUGO MIRO COUTO SILVA
Externo à Instituição – WELLINGTON RIBEIRO JUSTO – URCA
Externo à Instituição – DIOGO BRITO SOBREIRA

Fonte: Secretaria Administrativa Programa de Pós-graduação em Economia Rural / Fone: (85) 3366-9716