Equipes da UFC conquistam segundo e terceiro lugares no Hackathon da Prefeitura de Fortaleza

15 de março de 2020

Cinco pessoas em foto posada seguram um cheque com o prêmio do segundo lugar do hackathonTrês grupos formados por estudantes e professores do Curso de Gestão de Políticas Públicas da Universidade Federal do Ceará alcançaram a segunda e a terceira colocação no Hackathon de Inovação na Gestão Municipal, promovido pela Prefeitura de Fortaleza. O resultado foi anunciado no dia 6 de março, no Centro de Eventos do Ceará, durante o 4º Seminário Internacional de Políticas Públicas Inovadoras para Cidades.

Vice-campeã, a equipe do projeto Capacita Jovem propôs cursos on-line para alunos da rede pública do município, através de uma plataforma de educação a distância (EaD) aplicada no contraturno escolar. O público-alvo é de jovens na faixa etária de 14 a 24 anos, com uma cartela de cursos de 20 a 30 horas de duração que abrangem assuntos como tecnologia, jogos digitais e redes sociais. A equipe do Capacita Jovem teve a participação da estudante Maria do Socorro Lima Pinheiro, do Curso de Gestão de Políticas Públicas da UFC, e dos servidores da Prefeitura de Fortaleza Anamim Nogueira, Camilla Stephanie, Maria Saraiva e Elizabeth Barra Sousa.

Duas outras equipes com representantes da Universidade empataram no terceiro lugar do hackathon. O projeto +Cidadão: Gamificação para Adesão e Indução de Políticas Públicas criou um sistema de milhagem dos serviços públicos municipais, a exemplo do usuário que leva materiais recicláveis e entulhos ao ecoponto e ganha créditos no estacionamento Zona Azul. Conforme o calendário sazonal ou a agenda governamental, alguns serviços ofertados pela prefeitura terão pontuação duplicada no sistema, como as medidas de estímulo à saúde preventiva da mulher praticadas durante a campanha Outubro Rosa. Entre os membros da equipe do +Cidadão, estiveram a estudante Marta Dulcelia Ávila e o egresso do Curso de Gestão de Políticas Públicas da UFC Luiz Wanderley Lima Filho.

Equipe do projeto Hack do Lixo em foto posada com cinco pessoas segurando um cheque do prêmio do terceiro lugarO projeto Hack do Lixo teve como objetivo otimizar ações da Prefeitura de Fortaleza na gestão dos resíduos sólidos de origem domiciliar, com o uso do aplicativo Fortaleza+limpa. A intenção do projeto é educar a população fortalezense a separar o lixo e promover a coleta seletiva. A equipe Hack do Lixo foi formada pelos servidores municipais Cecília Brito, Ruth Menezes Vieira, Jalsey Pereira de Nazareno e  aluna Ana Beatriz Rocha, do curso de Gestão de Políticas Públicas, e as professoras Helena Sampaio e Nazaré Soares, do Centro de Ciências Agrárias (CCA).

HACKATHON – Ao todo, foram apresentados 11 projetos no Hackathon de Inovação na Gestão Municipal, gerados durante um processo imersivo de dois dias. Os participantes foram capacitados por meio de uma metodologia colaborativa, dinâmicas de grupos interdisciplinares, palestras e também receberam orientações de mentores ao longo de todo o evento.

Fonte: Coordenadoria de Comunicação Social e Marketing Institucional da UFC – fone: (85) 3366 7331