Universidade Federal do Ceará e University of Queensland (UQ- Austrália), uma parceria que segue rendendo bons frutos

27 de novembro de 2019

A parceria entre a Universidade Federal do Ceará (UFC) e a University of Queensland (UQ), Austrália continua dando frutos. O mais novo projeto desenvolvido em parceria entre o Laboratório de Entomologia Aplicada (LEA) e o Departamento de Biologia (UQ) visa avaliar o potencial de introdução, estabelecimento e possíveis prejuízos econômicos de um inseto nativo da Austrália, a Helicoverpa punctigera (Wallengren) (Lepidoptera: Noctuidae), uma espécie considerada praga pois é extremamente polífaga e ataca cerca de 130 espécies de plantas, mas que por hora encontra-se apenas restrita à Austrália.

A participação do LEA-UFC se dá por meio do estudante de doutorado Ruan Carlos de Mesquita Oliveira, do Programa de Pós-Graduação em Agronomia/Fitotecnia da UFC, orientado pelo prof. Patrik Luiz Pastori e, que está em fase final de doutorado-sanduíche na instituição Australiana, por meio do Programa de Doutorado-Sanduíche no Exterior (PDSE) da CAPES.

O orientador no exterior, Myron Zalucki, é professor do Departamento de Biologia da UQ e referência nos estudos visando seleção de plantas hospedeiras por insetos adultos e comportamento de lepidópteros-praga, principalmente as espécies do gênero Helicoverpa, nos mais diferentes ecossistemas. Além destes estudos, um grupo de pesquisadores da School of Biological Sciences, liderados pelo prof. Myron Zalucki, desenvolve modelos de previsão do potencial alcance e dispersão de espécies invasoras, e “prevê” a abundância de espécies em novas localizações geográficas. Atualmente os estudos desse grupo servem de referência para Austrália e outros países, como EUA e China, para o desenvolvimento de políticas de proteção vegetal.

Essa parceria entre os pesquisadores do Brasil (UFC) e da Austrália (UQ) que se iniciou no ano de 2018 visa fortalecer a rede de pesquisas e estreitar o relacionamento entre as instituições permitindo o acesso às novas técnicas e metodologias na área de proteção vegetal visando um fortalecimento das políticas protecionistas evitando a introdução de novas espécies-praga.

Fonte: Diretoria do Centro de Ciências Agrárias – Fone: 3366 9732