Área do cabeçalho
gov.br

Este sítio foi reprojetado para melhor atendê-lo. Acesse já pelo celular e veja mais essa novidade

Portal da UFC Acesso a informação da UFC Ouvidoria Conteúdo disponível em: Português

Universidade Federal do Ceará
Centro de Ciências Agrárias

Área do conteúdo

Após reforma, Laboratório de Cereais é reinaugurado pela administração da UFC com representantes da cadeia do trigo

Data de publicação: 25 de agosto de 2021. Categoria: Notícias

Cumprindo mais uma agenda na programação de inaugurações que marca o segundo ano da atual gestão, a administração da Universidade Federal do Ceará inaugurou, na tarde de terça-feira (24), o Laboratório de Tecnologia em Cereais, Raízes e Tubérculos. Localizado no Campus do Pici Prof. Prisco Bezerra, no Centro de Ciências Agrárias, o equipamento passou por reforma e teve as atividades relançadas ontem por meio do descerramento de placa comemorativa e solenidade com a presença de gestores, pesquisadores, servidores técnico-administrativos, estudantes e parceiros da indústria e da cadeia produtiva do trigo.

Imagem: Descerramento da placa de reinauguração, com a coordenadora do Laboratório, Profª Dorasilvia Ferreira Pontes, o reitor Cândido Albuquerque, o presidente da Câmara Setorial do Trigo da ADECE, Alexandre Sales, e a diretora do Centro de Ciências Agrárias, Profª Sônia Pinheiro (Foto: Ribamar Neto/UFC)

Descerramento da placa de reinauguração, com a coordenadora do Laboratório, Profª Dorasilvia Ferreira Pontes, o reitor Cândido Albuquerque, o presidente da Câmara Setorial do Trigo da ADECE, Alexandre Sales, e a diretora do Centro de Ciências Agrárias, Profª Sônia Pinheiro (Foto: Ribamar Neto/UFC)

De acordo com Renato Guerreiro, coordenador de Obras e Projetos da Superintendência de Infraestrutura e Gestão Ambiental (UFC Infra), a obra incluiu a troca de revestimentos das bancadas; substituição completa das instalações elétricas, quadro de energia e tomadas; troca de aparelhos de ar-condicionado; troca de portas de PVC dos armários de alvenaria; instalação de armários projetados; e pintura de paredes.

Foram investidos cerca de R$ 75 mil na obra. Além disso, foram recebidos, em regime de comodato, equipamentos do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI-CE), avaliados entre R$ 2 milhões e R$ 3 milhões.

Coordenadora do laboratório, a Profª Dorasilvia Ferreira Pontes ressaltou em discurso que o espaço, agora recuperado para pleno funcionamento, reflete os esforços de uma equipe que sempre almejou e trabalhou duro pela interação da Universidade com os setores produtivos, sem perder de vista a excelência em ensino, na pesquisa e na produção de conhecimento.

Imagem: A reforma teve investimentos de cerca de R$ 75 mil, e foram recebidos, em regime de comodato, equipamentos do SENAI-CE avaliados entre R$ 2 milhões e R$ 3 milhões (Foto: Ribamar Neto/UFC)

A reforma teve investimentos de cerca de R$ 75 mil, e foram recebidos, em regime de comodato, equipamentos do SENAI-CE avaliados entre R$ 2 milhões e R$ 3 milhões (Foto: Ribamar Neto/UFC)

“Aqui nós manteremos contato privilegiado com nossos alunos de graduação e pós-graduação. Hoje, podemos dizer que possuímos um laboratório de referência em pesquisa na área de tecnologia de cereais e produtos derivados, raízes, tubérculos e amidos de fontes diversas, o que nos permitirá um salto qualitativo em nossas atividades”, vislumbrou a docente, que já soma 41 anos de dedicação ao magistério superior.

Assista à entrevista completa com a Profª Dorasilvia:

O presidente do Sindicato das Indústrias de Panificação e Confeitaria do Ceará (SINDPAN), Angelo Nunes, é ex-aluno do Curso de Engenharia de Alimentos da UFC e destacou que o setor da panificação – onde atua há 24 anos – é carente de gestores qualificados e de controle de qualidade. “Muitos, como eu, tinham a prática mas não a teoria. Foi o que me trouxe à UFC. É muito válido discutir a expansão do antigo Laboratório de Panificação da UFC ou mesmo o uso do que é disponibilizado pelo SENAI. A importância de um equipamento como esse é muito grande para os alunos”, afirmou o dirigente.

A Câmara Setorial do Trigo da Agência de Desenvolvimento do Estado do Ceará (ADECE) foi representada na solenidade por seu presidente, Alexandre Sales. “Nós que trabalhamos no segmento temos negócios como moinhos de trigo, indústrias de massas e biscoitos e sabemos da importância dos estudos e análises aqui feitos. Passamos por dificuldades, como ter que mandar nossas matérias-primas para empresas do Sul do País, mas quem trabalha com trigo precisa de respostas rápidas”, sublinhou, dizendo que a nova fase do Laboratório de Cereais demarca também uma nova era para a indústria de trigo local.

O diretor regional do SENAI-CE, Paulo André Holanda, representando instituição que é parceira da UFC em iniciativas como o consórcio Elmo e o presente laboratório, disse sentir-se muito feliz por ver um laboratório do nível do de cereais ser potencializado para servir à sociedade. “A Profª Dora é uma batalhadora incessante, que coloca uma ideia na cabeça, e agora podemos ver o resultado. O SENAI está presente no Condomínio do Empreendedorismo da UFC e agora aqui no Laboratório de Cereais. É como disse o reitor Cândido Albuquerque: os bons parceiros a gente tem que trazer para perto”, sintetizou.

Assista à entrevista completa com Paulo André Holanda:

Já a Profª Sônia Pinheiro de Oliveira, gestora do CCA da UFC, destacou o papel fundamental do Curso de Engenharia de Alimentos na formação, desde os anos 1970, de profissionais qualificados para as indústrias alimentícias do Ceará. “Os equipamentos que veremos aqui estão vindo da indústria, e a contrapartida da Universidade foi a reforma. A Profª Dorasilvia e sua equipe são exemplos de inovação constante, mesmo com tanto tempo de casa”, reconheceu a diretora.

“É preciso acabar com esse distanciamento entre a academia e os setores produtivos”, declarou o reitor da UFC, Prof. Cândido Albuquerque. Ele relembrou, em sua fala, os primeiros contatos, já na condição de reitor, com o presidente da Federação das Indústrias do Estado do Ceará (FIEC), Ricardo Cavalcante – e desde o início dessa aproximação, o desejo de ambas as instituições foi construir pontes.

Assista à entrevista completa com o reitor da UFC:

“Temos que parar de ver as universidades como um mero lugar de titulação de pessoas. São e devem ser lugares de produção de novas tecnologias. É preciso agregar o ensino à pesquisa, isso está na lógica da educação contemporânea e já é uma realidade em outros países, como a China, onde a administração da UFC pôde conhecer de perto a verdadeira integração de gigantes da tecnologia com os parques tecnológicos das universidades”, relatou o reitor.

A solenidade foi fechada com a doação surpresa de uma máquina separadora de trigo da empresa Grande Moinho Cearense para o Laboratório de Cereais. O equipamento, no valor de cerca de R$ 15 mil, é capaz de separar amostras de grãos com precisão e representabilidade.

MODERNIZAÇÃO – As novas máquinas cedidas pelo SENAI somam-se ao já existente patrimônio do laboratório e permitirão a realização de análises para o controle de qualidade de farinhas e massas alimentícias, além de contribuir com as pesquisas do Curso de Engenharia de Alimentos. Isso permitirá o estabelecimento de parcerias com o setor da panificação que hoje, por exemplo, precisa enviar amostras para outros estados para serem analisadas.

Imagem: O Laboratório ganhou a troca de revestimentos das bancadas; substituição completa das instalações elétricas, quadro de energia e tomadas; troca de aparelhos de ar-condicionado; troca de portas de PVC dos armários de alvenaria; instalação de armários projetados; e pintura de paredes (Foto: Ribamar Neto/UFC)

O Laboratório ganhou a troca de revestimentos das bancadas; substituição completa das instalações elétricas, quadro de energia e tomadas; troca de aparelhos de ar-condicionado; troca de portas de PVC dos armários de alvenaria; instalação de armários projetados; e pintura de paredes (Foto: Ribamar Neto/UFC)

O novo espaço também beneficiará a sociedade por meio de cursos do SENAI. Atualmente, as instalações já são usadas para as atividades práticas do curso Técnico de Moleiro, que aborda a transformação de cereais em farinha, especialmente a de trigo, centeio e milho, que depois é utilizada para produzir pães. O espaço também será usado, ainda neste ano, nas atividades do curso Técnico em Alimentos.

Ouça a reportagem da Rádio Universitária FM:

https://soundcloud.com/rduniversitariafm/reitor-candido-albuquerque-inaugura-laboratorio-de-cereais-raizes-e-tuberculos-da-ufc

VISITA À UUNDC – Aproveitando a passagem pelo Centro de Ciências Agrárias, o reitor Cândido Albuquerque estendeu a agenda no Pici para conhecer a Unidade Universitária Núcleo de Desenvolvimento da Criança (UUNDC), unidade de educação infantil vinculada ao CCA, que atende a filhos de estudantes, de servidores docentes e técnico-administrativos da Instituição e de pessoas da comunidade. O gestor esteve na unidade acompanhado da diretora do CCA, Profª Sônia Pinheiro.

A visita à UUNDC teve como objetivo ainda fazer uma verificação dos protocolos de retomada das atividades presenciais das turmas de educação infantil, desenvolvidas atualmente em sistema de rodízio, com redução do número de alunos e em acordo com as medidas de biossegurança determinadas pelo decreto estadual que autorizou o retorno in loco às atividades da educação infantil no Ceará.

Fonte: Gabinete do Reitor – e-mail: greitor@ufc.br

Notícia publicada originalmente no site da UFC.

Acessar Ir para o topo