Área do cabeçalho
gov.br

Este sítio foi reprojetado para melhor atendê-lo. Acesse já pelo celular e veja mais essa novidade

Portal da UFC Acesso a informação da UFC Ouvidoria Conteúdo disponível em: Português

Universidade Federal do Ceará
Centro de Ciências Agrárias

Área do conteúdo

Curso de Formação em “Feminismo e Agroecologia”

Data de publicação: 8 de junho de 2017. Categoria: Notícias

Nos dias 09, 10, 11 e 12 de junho de 2017, o Núcleo de Estudos, Experiências e Pesquisas em Agroecologia (NEEPA) do Programa Residência Agrária (PRA) – UFC e o Movimento dos/as Atingidos/as por Barragens (MAB) realizarão o Curso de Formação em “Feminismo e Agroecologia” para mulheres de diversos territórios do Ceará, Pernambuco e Bahia, que enfrentam conflitos e injustiças ambientais gerados pelos impactos de barragens/projetos.

O Evento contará com uma programação aberta à participação do público em geral no dia 09 de junho, de 9 às 12 horas no auditório da Zootecnia (bloco 809) – Campus do Pici, com a Mesa de Debate “Feminismo e Agroecologia: experiências, desafios e lutas das mulheres atingidas por barragens” que terá a presença da profa. Celecina Sales (NEGIF/UFC), Michela Calaça (MMC) e Marina Calisto (MAB).

Obs: Para os/as ouvintes da Mesa de Debate será disponibilizado certificado. A inscrição será realizada no local.

No dia 09 de junho à tarde, a programação seguirá em programação fechada com mulheres atingidas por barragens para: compartilhar saberes e experiências em agroecologia e feminismo; realizar reflexões sobre o modelo energético e a conjuntura no Brasil; desenvolver, por meio de técnica têxtil – “Arpilleras”, bordados sobre as histórias de vidas das mulheres e elaborar estratégias coletivas para o fortalecimento do feminismo e a agroecologia e das lutas contra os impactos e injustiças ambientais gerados pelos grandes empreendimentos energéticos.

O Curso é uma ação do Projeto “Mulheres Atingidas por Barragens construindo o conhecimento agroecológico em áreas rurais do semiárido nordestino”, coordenado pela profa. Dra Gema Galgani Silveira Leite Esmeraldo em parceria com o Movimento dos Atingidos por Barragens. Constitui-se em um termo de cooperação firmado em 2015 entre o Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA)/Diretoria de Políticas para Mulheres e Quilombolas (DPMRQ)* e a Universidade Federal do Ceará (UFC).

O projeto visa apoiar e fortalecer, a partir de processos de formação e pesquisa, a organização produtiva e de formação no âmbito do tema das mulheres e a agroecologia, envolvendo mulheres da região dos estados do Ceará e Bahia, com enfoque para mulheres atingidas por barragens que sofreram e sofrem impactos diretos com as obras de barragens e projetos energéticos.

* Com a extinção desse Ministério e a Diretoria, o projeto passou a ser vinculado à Secretaria Especial de Agricultura Familiar do Desenvolvimento Agrário vinculada a Casa Civil do Governo Federal.

Para realização das ações deste projeto, conta-se com a participação de professoras, pesquisadoras e estudantes que integram o NEEPA/PRA/UFC do Centro de Ciências Agrária (CCA), de professoras do Núcleo de Estudos em Gênero, Idade e Família (NEGIF) e de estudantes do Laboratório de Estudos Agrários e Territoriais (LEAT) do Departamento de Geografia da UFC.

Para informações:
Gema Esmeraldo – (85) 9 9989-3638
Andréa Camurça – (85) 9 8866-3430
Ivana Leila – (85) 9 9745-7677

Fonte: Diretora do Centro de Ciências – Fone: 85 3366 9732

Acessar Ir para o topo