Português

Defesa de dissertação na Engenharia Agrícola

23 de maio de 2016

Ocorrerá sexta-feira (27) às 14 horas a defesa de dissertação de Francisco Josivan de Oliveira Lima na Engenharia Agrícola, com o tema “Variabilidade espacial e temporal da qualidade das águas em reservatório da região semiárida”.

LOCAL: SALA DE AULA DO PPGEA OU AUDITÓRIO DO DENA

TÍTULO: VARIABILIDADE ESPACIAL E TEMPORAL DA QUALIDADE DAS ÁGUAS EM RESERVATÓRIO DA REGIÃO SEMIÁRIDA
PALAVRAS-CHAVES: limnologia, pluviometria, cianobactérias, eutrofização, Análise Multivariada.
PÁGINAS: 86

GRANDE ÁREA: Ciências Agrárias

ÁREA: Engenharia Agrícola

RESUMO: A baixa disponibilidade de água na região Nordeste do Brasil está relacionada à condição de semiaridez, onde a escassez hídrica é reflexo da irregularidade da precipitação da chuva no espaço e no tempo, além da alta taxa de evapotranspiração. No entanto, a eutrofização frequente desses mananciais resultante do enriquecimento por nutriente, favoreceu a proliferação excessiva de fitoplânctons que comprometem diversos usos da água. Com isso, objetivou-se avaliar o impacto da precipitação pluviométrica e do volume acumulado sobre os atributos de qualidade de água em reservatório da região semiárida brasileira, bem como, estudar a variação espaço-temporal das cianobactérias. A pesquisa foi desenvolvida no reservatório Orós, onde foram realizadas campanhas sazonais (período seco e chuvoso) de coleta de amostras de água no período de 2008 a 2010. Foram realizadas análises dos atributos: Transparência de Secchi, Turbidez, pH, Cor Aparente, Condutividade Elétrica, Sólidos Totais, Fósforo total, Ortofosfato Solúvel, NTK, Amônia, Nitrato, Clorofila-a e Cianobactérias. Através de bancos de dados históricos foram obtidos dados dos parâmetros pluviométricos e volume d’água do reservatório. Para as análises estatísticas dos dados foram empregados o Teste T, Correlação de Pearson, Análise da Componente Principal (ACP) e Análise de Agrupamento (AA). A partir dos resultados encontrados foi possível observar que os atributos físicos e biológicos apresentaram diferença significativa (p<0,05) entre os pontos de coleta e os períodos, já para os atributos químicos só o NTK apresentou diferença significativa entre os pontos (P5 e P7). Verificou-se uma maior correlação dos atributos com a precipitação e o volume d’água no período seco em comparação com o período chuvoso. Em relação as cianobactérias foram identificadas um total de 17 espécies, que após aplicação da ACP foram reduzidas a 10 espécies que apresentaram uma variância acumulada de 72,47%. Com base nas espécies identificadas foi realizado a AA, em que foram formados 4 grupos no período chuvoso e 3 grupos no período seco, mostrando a influência da variabilidade sazonal e espacial do sistema aquático na formação dos grupos. As cianobactérias apresentaram maiores concentrações no período seco com destaque para as espécies Aphanocapsa spp, Cylindrospermopsis sp e Geitlerinema sp., que mostraram uma maior afinidade aos atributos físicos e as condições de limitação de nitrogênio. Conclui-se que as fortes correlações entre os atributos da água no período seco em relação ao chuvoso são devido a sua maior estabilidade. A sazonalidade tem forte influência sobre os atributos de qualidade da água, de modo a refletir diretamente na distribuição espacial das cianobactérias.
MEMBROS DA BANCA:
Externo à Instituição – ANA CELIA MAIA MEIRELES – UFCA
Presidente – 2257571 – FERNANDO BEZERRA LOPES(orientador)
Externo à Instituição – FRANCISCO CLEITON DA ROCHA – UFPI
Externo ao Programa – 292350 – HELENA BECKER

Fonte: Prof. Fernando Bezerra Lopes. Fone – 3366 9759