Área do cabeçalho
gov.br

Este sítio foi reprojetado para melhor atendê-lo. Acesse já pelo celular e veja mais essa novidade

Portal da UFC Acesso a informação da UFC Ouvidoria Conteúdo disponível em: Português

Universidade Federal do Ceará
Centro de Ciências Agrárias

Área do conteúdo

Defesa de tese no PPG Agronomia/Fitotecnia

Data de publicação: 31 de julho de 2018. Categoria: Notícias

Discente: CRISTIANE RAMOS COUTINHO

Orientador: Prof. PATRIK LUIZ PASTORI

Co-Orientador: Pesqª. NÍVIA DA SILVA DIAS

Local: Sala de videoconferência – Diretoria do CCA.

Data: 31/07/2018 às 14h:00min

Número de páginas: 100

Título: DESENVOLVIMENTO, EM DIFERENTES HOSPEDEIROS, DE DUAS LINHAGENS DE Trichogramma pretiosum (HYMENOPTERA: TRICHOGRAMMATIDAE) COLETADAS NO ESTADO DO CEARÁ

Resumo: O estudo de espécies/linhagens de parasitoides locais é item essencial para implantação de programas de controle biológico, visto que, são adaptados às condições climáticas, hospedeiros e habitat’s no qual serão liberados. Objetivou-se, com este estudo, determinar parâmetros biológicos de duas linhagens deTrichogramma pretiosum (Hymenoptera: Trichogrammatidae) coletadas nas zonas rurais de Ubajara e Guaraciaba do Norte, munícipios da região da Serra da Ibiapaba-CE afim de garantir a qualidade da progênie e estabelecer os primeiros parâmetros para possibilitar o uso no controle biológico. Um dos experimentos foi realizado no Laboratório de Entomologia da Universidade da Califórnia (UCR), Riverside, Califórnia, USA no qual procurou-se detectar infecções naturais deWolbachia nas linhagens de Trichogramma. Foram realizadas extrações de DNA e reação em cadeia da polimerase (PCR), por meio dos primers ITS-2 e 16s. Os demais experimentos foram realizados no Laboratório de Entomologia Aplicada (LEA) da Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, Ceará, BR. Avaliou-se parâmetros biológicos das linhagens Ubajara (1) e Guaraciaba (2) alternando o número de fêmeas do parasitoide (1, 3, 6 ou 9 fêmeas) e a densidade (10, 20, 30, 40 e 50) de ovos de Anagasta kuehniella (Lepidoptera: Pyralidae), de Neoleucinodes elegantalis (Lepidoptera: Cambridae) e de Spodoptera frugiperda (Lepidoptera: Noctuidae). Utilizando as melhores densidades, avaliou-se também o desempenho das duas linhagens nos hospedeiros em tempos de exposição ao parasitismo (6, 12, 24 e 48 horas) e o impacto da temperatura (15°C, 20°C, 25°C, 30°C e 35 °C) na biologia das linhagens determinando-se assim as exigências térmicas dos parasitoides em ovos de N. elegantalis. Os experimentos foram instalados em delineamento experimental inteiramente casualizado com doze repetições. A melhor densidade foi determinada pela primeira derivada da regressão parabolóide dos dados de porcentagem de parasitismo e de emergência. Os demais dados [Parâmetros: razão sexual; número de parasitoides emergidos por ovo; longevidade de fêmeas e machos e duração do ciclo (ovo-adulto)] foram submetidos à análise de variância e as médias comparadas pelo teste de Duncan (p ≤0,05). Os requerimentos térmicos foram obtidos utilizando-se o método da hipérbole. A análise molecular não detectou presença de Wolbachia nas linhagens locais. As maiores taxas de parasitismo foram observadas para a linhagem 2 em todos os hospedeiros. As densidades de 40 ovos/3 fêmeas, e 11 ovos/5 fêmeas da linhagem 2 proporcionaram maiores taxas de emergência para os hospedeiros N. elegantalis e S. frugiperda, respectivamente. As densidades hospedeiro/parasitoide de 10:6 e 10:3 A. kuehniella, 20:6 e 10:6 N. elegantalis, 50:9 e 20:9 S. frugiperda nas linhagens 1 e 2, respectivamente, apresentaram desempenho satisfatório. As linhagens 1 e 2 apresentaram potencial semelhante nos diferentes tempos de exposição estudados e a temperatura alterou os parâmetros biológicos, sendo a duração do ciclo das linhagens 1 e 2 decrescente com seu aumento. Os principais parâmetros biológicos das linhagens foram determinados mostrando-se satisfatórios ratificando assim que um dos primeiros passos visando o uso das linhagens em programas de controle biológico foi obtido com sucesso.

Palavas-Chave: Parasitoides de ovos, linhagens adaptadas, fêmeas telítocas, período de exposição, parâmetros biológicos, controle biológico.

Membros da Banca Examinadora:

PATRIK LUIZ PASTORI     Prof. UFC     Presidente

NÍVIA DA SILVA DIAS     Pesqª. EMBRAPA   Membro Interno

ELAINE FACCO CELIN     Pós-doc FUNCAP   Externo à Instituição

FABRICIO FAGUNDES PEREIRA          Prof. UFGD Externo à Instituição

MAURICIO SEKIGUCHI DE GODOY    Prof. UFERSA        Externo à Instituição

Fonte: Diretoria do Centro de Ciências Agrárias – Fone: 85 3366 9732

Acessar Ir para o topo