Área do cabeçalho
gov.br

Este sítio foi reprojetado para melhor atendê-lo. Acesse já pelo celular e veja mais essa novidade

Portal da UFC Acesso a informação da UFC Ouvidoria Conteúdo disponível em: Português

Universidade Federal do Ceará
Centro de Ciências Agrárias

Área do conteúdo

Defesa de Dissertação de Mestrado em Economia Rural

Data de publicação: 10 de fevereiro de 2017. Categoria: Notícias

Ocorreu quarta-feira (8) a defesa de Dissertação do Mestrando Felipe Pinto da Silva com o tema “Eficiência Técnica e Heterogeneidade Tecnológica na Agropecuária Brasileira“. A banca foi composta pelos professores da UFC Jair Andrade de Araújo, Edward Martins Costa e José Eustáquio Ribeiro Vieira Filho do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA).

Abaixo, segue resumo da dissertação.

“Esta dissertação busca analisar as diferenças tecnológicas da produção agropecuária entre os municípios situados nas grandes regiões brasileiras (Norte, Nordeste, Sudeste, Sul e Centro-Oeste), com enfoque especial para o Nordeste brasileiro. Como aporte metodológico, utiliza-se o modelo de meta-fronteira tecnológica proposta por Battese et al. (2004) e O’Donnell et al. (2008), para responder até que ponto essas diferenças regionais influenciam na eficiência da produção e qual os seus impactos nos municípios.

Dividiu-se a análise em dois modelos. O Modelo 1 propõe-se analisar e identificar as diferenças tecnológicas da produção agropecuária entre os municípios situados nas grandes regiões brasileiras (Norte, Nordeste, Sudeste, Sul e Centro-Oeste). Já o Modelo 2 volta-se à diferenciação tecnológica da produção agropecuária existente no semiárido e no não-semiárido do Nordeste. A hipótese assumida para a presente dissertação é a existência de um processo de heterogeneização tecnológica do meio rural brasileiro e que esta diferenciação impacta no nível de eficiência técnica da produção agropecuária nas diferentes regiões do Brasil e mesmo dentro de uma mesma região. Detectou-se que esta hipótese se mostrou verdadeira para os dois Modelos.

O Modelo 1 indicou que a tecnologia de produção agropecuária praticadas nos municípios situados nas regiões Sul e Centro-Oeste são mais avançadas. Já o Modelo 2 os resultados indicaram que, quando comparadas as duas regiões, o não-semiárido possui a maior eficiência técnica média com referência a meta-fronteira.”

Fonte: Diretoria do Centro de Ciências Agrárias – Fone: 85 3366 9731

Acessar Ir para o topo