Português

Efemérides – Janeiro

27 de janeiro de 2017

A Diretoria do Centro de Ciências Agrárias tem o prazer de apresentar um conjunto de efemérides que serão apresentadas no decorrer de cada mês durante todo o ano de 2017. A ideia é abordar a Cronologia da então Escola de Agronomia do Ceará até o atual Centro de Ciências Agrárias, citando os fatos mais importantes no decorrer de toda a sua existência.

16 de janeiro de 1950: Transferência para o Ministério da Agricultura

A década compreendida entre 1941 e 1951 é caracterizada como o “período da consolidação” do ensino agrícola no Ceará; inicia-se com o reconhecimento definitivo da Escola de Agronomia, através do Decreto nº 8.206, de 12 de novembro de 1941 e se estende até a federalização, com a transferência do seu patrimônio do domínio do Estado para o domínio da União.

Pela Lei nº 1.055, de 16 de janeiro de 1950, o Congresso Nacional autorizou o Governo a federalizar várias escolas de Agronomia, entre elas a do Ceará. Por essa lei, a Escola foi transferida para o Ministério da Agricultura, ficando subordinada à Superintendência do Ensino Agrícola e Veterinário.

03 de janeiro de 1973: Criação do Mestrado em Fitotecnia

O curso de pós-graduação em Agronomia, área de concentração em Fitotecnia, foi criado pelo Conselho Universitário em 3 de janeiro de 1973, passando a funcionar em março do mesmo ano. Posteriormente, em 23 de abril de 1974, a Comissão de Pós-Graduação do CNPq (Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico), aprovou a indicação deste Departamento como centro de excelência para conduzir pesquisa em Fitotecnia em nível mestrado.

O Curso foi credenciado pelo Conselho Federal de Educação em 16 de novembro de 1980 e homologado pelo Ministério da Educação e Cultura em 16 de dezembro do mesmo ano.

03 de janeiro de 1975: Criação do Mestrado em Irrigação e Drenagem

O programa de pós-graduação em Engenharia Agrícola é oferecido em níveis de mestrado e doutorado e tem duas áreas de concentração: Irrigação e Drenagem e Manejo e Conservação de Bacias Hidrográficas no Semi-Árido. O mestrado foi criado em 1975 e credenciado pelo CFE em fevereiro de 1984.

Durante esse período mais de 200 mestres em Irrigação e Drenagem foram formados com o apoio da CNPq, CAPES, FUNCAP, e muitas outras agências de fomento à pesquisa (FINEP, BNB, BID, Ministério da Agricultura, Ministério do Meio Ambiente, dentre outras).

Fonte: Livro de Teobaldo Campos Mesquita – Escola de Agronomia do Ceará \ Diretoria do Centro de Ciências Agrárias – Fone: 85 3366 9732