Português

I Oficina de Formação Continuada é realizada na FEVC

8 de outubro de 2012

Na última quarta-feira, 3, aconteceu a I Oficina de Formação Continuada do Centro de Ciências Agrárias (CCA), na Fazenda Experimental Vale do Curu (FEVC), localizada em Pentecoste. A oficina foi coordenada pelo Professor Ribamar Furtado (UNILAB/UFC) e pela Professora Eliane Dayse, da Faculdade de Educação (UFC), e contou com a participação de 17 professores que ingressaram no CCA entre os anos de 2008 e 2012.

O evento foi realizado com o objetivo de iniciar um processo de sensibilização junto aos docentes recém-ingressos para discutir sobre a necessidade de uma formação continuada, na perspectiva de um novo Projeto Político-Pegagógico do Centro. Na ocasião, houve a possibilidade de os docentes refletirem sobre suas práticas pedagógicas vivenciadas no processo de educação e aprendizagem.

Após a abertura feita pelo professor Luiz Antônio Maciel de Paula, Diretor do Centro, foi feita uma apresentação dos participantes através da Dinâmica do Círculo Mágico. Em seguida, os professores expuseram suas expectativas quanto aos resultados e estabeleceram um acordo de convivência durante os trabalhos do dia.

Durante o evento, foram realizados trabalhos em grupo e, depois, houve uma discussão teórica dos conceitos “Educação e Pedagogia, Projeto Político Pedagógico, Prática Educativa e Prática Pedagógica”, tendo como referência o texto “Docência no ensino superior: questões e alternativas”, de autoria da professora Beatriz Terezinha Daudt Fischer (Unisinos).

Em seguida, o Pró-Reitor de Graduação, Professor Custódio Almeida, coordenou palestra que articulou a temática da educação no ensino superior ao que vem acontecendo de inovador na UFC. Segundo o Pró-Reitor, parte do sucesso nas avaliações dos cursos como Educação Física e Música é creditada à forte presença das atividades práticas nas aulas. Segundo ele, esses cursos “são bem sucedidos porque os estudantes manejam os instrumentos”. Ou seja, os estudantes vivenciam mais os currículos.

O professor Custódio Almeida citou, ainda, as mudanças que o curso de Medicina introduziu nos últimos dez anos, extinguindo as disciplinas e tratando o currículo em módulos. Segundo ele, “as aulas ficam mais vivas e não presas a receitas”.
Ao final, todos concordaram com a necessidade de formação continuada e aprovaram os seguintes encaminhamentos:

  • Realizar outra oficina para os 18 professores que ingressaram no CCA entre os anos de 2008 e 2012 e não puderam participar no dia 3;
  • Reunir os 35 professores que ingressaram no CCA entre os anos de 2008 e 2012 para consolidar as discussões e preparar uma proposta de formação continuada na perspectiva de um novo Projeto Político-Pedagógico para CCA;
  • Dar continuidade às atividades dos Grupos de Trabalho (GT) dos Projetos pedagógicos dos Cursos (PPC) promovendo reuniões entre eles para discutirem a temática da formação continuada;
  • Divulgar nos Departamentos os resultados da Oficina para preparar a participação de todos os professores nos próximos eventos de formação continuada.

Fonte: Diretoria do Centro de Ciências Agrárias. Telefone: 3366.9731