Área do cabeçalho
gov.br

Este sítio foi reprojetado para melhor atendê-lo. Acesse já pelo celular e veja mais essa novidade

Portal da UFC Acesso a informação da UFC Ouvidoria Conteúdo disponível em: Português

Universidade Federal do Ceará
Centro de Ciências Agrárias

Área do conteúdo

Jornalista escreve artigo de opinião sobre o cultivo de orquídeas no Ceará

Data de publicação: 5 de março de 2013. Categoria: Notícias

Motivado pela realizaçao do I SIMBRAORQ, que está acontecendo de hoje (5) até sexta (8), o jornalista e professor Italo Gurgel escreveu o artigo de opinião intitulado "A hora e a vez das orquídeas no Ceará" na edição de hoje do Jornal O Povo. Confira, abaixo, o artigo na íntegra.

A hora e a vez das orquídeas no Ceará – Italo Gurgel

"A realização do I Simpósio Brasileiro de Cultivo de Orquídeas, de 5 a 8 de março, em Fortaleza, vem coroar uma série de avanços no Ceará, em anos recentes, na difusão do cultivo de orquídeas. Como hobby, atividade comercial ou tema de estudos acadêmicos, as orquídeas conquistam espaço maior e atraem público considerável nos eventos orquidófilos aqui realizados.

Credite-se uma parcela importante do que vem acontecendo à atuação da Associação Cearense de Orquidófilos (ACEO). Nos últimos anos, essa entidade realizou pequenas e grandes exposições, seja nos parques da cidade, seja nos shoppings e espaços culturais, procurando demonstrar que o cultivo de orquídeas é uma saudável atividade de lazer, praticada por pessoas de todas as idades. Nas palestras e oficinas, os visitantes se dão conta de que cultivar orquídeas é mais simples e menos dispendioso do que imaginavam, já não se constituindo em passatempo só de pessoas abonadas.

Outra importante conquista foi a criação da disciplina de Floricultura na Universidade Federal do Ceará. Realizado concurso público, a vaga foi conquistada pelo prof. Roberto Takane, que trouxe seu profundo conhecimento na área de Orquidologia e seu entusiasmo. É significativo que o primeiro evento na programação do Simbraorq seja a inauguração do orquidário da UFC, destinado a se tornar um local de pesquisas para os alunos e professores e um centro difusor da orquidofilia.

Vocacionado para a floricultura, o Ceará não podia descuidar de um dos segmentos que mais crescem nesse mercado – o das orquídeas. Nesta seara, se assiste a uma efervescência jamais vista na Terra da Luz, com a realização do Simbraorq; a instalação de orquidários na UFC e na Universidade Estadual do Ceará; a presença maciça de público nas exposições; o sucesso de vendas por parte dos orquidários comerciais nesses eventos; o surgimento dos primeiros cultivos locais com finalidade comercial; a criação de uma empresa especializada em micropropagação de plantas no Eusébio; a vinda para o Ceará, já anunciada, de um grande orquidário comercial gaúcho…

Isso assinala uma nova era, com um novo segmento do agronegócio sendo explorado com responsabilidade e competência, gerando emprego e renda, inspirando pesquisas acadêmicas e levando mais pessoas a descobrirem a magia das orquídeas."
 
Fonte: Jornal O Povo

Acessar Ir para o topo