Área do cabeçalho
gov.br

Este sítio foi reprojetado para melhor atendê-lo. Acesse já pelo celular e veja mais essa novidade

Portal da UFC Acesso a informação da UFC Ouvidoria Conteúdo disponível em: Português

Universidade Federal do Ceará
Centro de Ciências Agrárias

Área do conteúdo

Motor para irrigação rende prêmio a mestranda da Engenharia Agrícola

Data de publicação: 13 de julho de 2015. Categoria: Notícias

A aluna de mestrado Aline Castro Praciano, do Programa de Pós-Graduação em Engenharia Agrícola da UFC, foi premiada na categoria "Pôster – Resumo Expandido", no XLIV Congresso Brasileiro de Engenharia Agrícola (Conbea, 2015), com o trabalho "Conversão de motogerador estacionário quatro tempos ciclo Otto gasolina para biogás". 

A aluna desenvolveu um kit de baixo custo para conversão, de gasolina para biogás, de motores a serem utilizados em irrigação de pequeno porte. Como explica o orientador da pesquisa, Prof. Daniel Albiero, do Departamento de Engenharia Agrícola do Centro de Ciências Agrárias, o trabalho tem como objetivo oferecer uma alternativa econômica na conversão para biogás do motor de irrigação.

A tecnologia desenvolvida pelos pesquisadores tem custo 90% abaixo do preço hoje utilizado nos sistemas adaptadores comerciais. "Essa tecnologia de conversão não é novidade, já existe no mercado, só que com um custo em torno de R$ 1.500,00 a R$ 2.000,00, o que se torna bem pesado para o agricultor familiar.

A novidade é que desenvolvemos um sistema de baixo custo para esse mesmo processo, que sairia na faixa de R$ 150,00, bem mais acessível para agricultores de baixa renda", explica. Segundo Aline Praciano, a tecnologia à base de biogás tem o semiárido cearense como ambiente ideal para ser aplicada. "Para a agricultura o biogás é interessante, principalmente para o Ceará, porque todas as unidades agrícolas trabalham em agropecuária. Nessas unidades, o esterco de animal não é utilizado, fica em esterqueiras, causando mau odor, acúmulo de insetos, doenças para os animais. Nesse caso, pega-se um material que era rejeitado, transforma-se em energia e obtém-se o biofertilizante, um subproduto do biogás, diminuindo o uso de fertilizantes. Alguns relatos de assentamentos rurais apontam uma redução de cerca de R$ 3.000,00 em insumos agrícolas, com o uso do biodigestor", comenta.

Destacam ainda os pesquisadores que toda a tecnologia de conversão do motor estará disponível para download, no segundo semestre deste ano, de forma gratuita, na página do Grupo de Pesquisa em Energia e Máquinas para a Agricultura do Semiárido (Gemasa) no Facebook. "Vamos fazer uma apostila didática e divulgar isso em nosso grupo de pesquisa, gratuitamente, para o mundo inteiro. Para quem quiser temos até o orçamento. Estamos deixando de uma forma bem bonita, bem didática e acessível para os agricultores familiares", afirma o Prof. Albiero.

MENINAS NA CIÊNCIA – O estudo surgiu dentro do projeto Meninas e Jovens Fazendo Ciências, ação que une Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI), Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), Secretaria de Política para as Mulheres e Petrobras, e coordenada, na Engenharia Agrícola, também pelo Prof. Albiero. A iniciativa, além da pesquisa científica, fomentou um trabalho de extensão da UFC, durante um ano, com alunos de escolas públicas da Capital. Consistiu no estímulo, através de visitas e palestras, a alunas de ensino médio para a escolha do Curso de Agronomia, no Sistema de Seleção Unificada (Sisu).

"Trabalhamos com uma escola pública aqui detrás do Campus do Pici e formamos um grupo de meninas que vinha, acompanhava as atividades do curso, conhecia nosso espaço, participava de palestras e depois replicava esses conhecimentos na escola. Curiosamente, nenhuma das quatro alunas do grupo inicial escolheu cursar Agronomia, mas nessa mesma escola tivemos 20 inscritos no curso. Então verificamos que o trabalho surtiu efeito, pois no ano anterior não foi verificada nenhuma inscrição em Agronomia dentre os alunos daquela escola", comenta.

A entrega do prêmio à Aline Praciano será feita em setembro, na cidade de São Pedro (SP), durante a comemoração do Jubileu de Ouro da Sociedade Brasileira em Engenharia Agrícola (SBEA), entidade promotora do Conbea 2015. Mais informações sobre a premiação podem ser obtidas no site da SBEA.

Fonte: Prof. Daniel Albiero, do Departamento de Engenharia Agrícola – fone: 85 3366 9763 / Portal de notícias da UFC

Acessar Ir para o topo