Português

PISCIS desenvolve óleo rico em Ômega 6 a partir de vísceras de Tilápia

19 de abril de 2012

Empresa cearense desenvolve método de aproveitamento das vísceras da tilápia. Assim, a empresa evita desperdício dos resíduos produzidos durante o processo de beneficiamento do peixe e gera mais uma forma de remuneração para os piscicultores locais.

O Ceará é o maior produtor de tilápia do Brasil e, até pouco tempo atrás, tinha como um grande problema a falta opções de destino para os resíduos do beneficiamento do peixe. Pensando em alternativas para contornar essa dificuldade, a empresa PISCIS, nacionalmente reconhecida pelo seu trabalho inovador, desenvolveu uma tecnologia de aproveitamento das vísceras da tilápia para a produção de um óleo rico em Ômega 6 que é utilizado na produção de rações balanceadas para aves e suínos como fonte de .

    Com quiosques próprios para a coleta, sistema de transporte e processamento, a empresa PISCIS coleta junto aos produtores de tilápia do Açude Castanhão, aproximadamente, 25 toneladas de vísceras por mês. Com isso, além de beneficiar o meio ambiente e ser mais uma fonte de remuneração para os piscicultores, é possível produzir cerca de 10 toneladas do óleo, que é consumido por fábricas de rações balanceadas e granjas produtoras de aves e suínos.

    A PISCIS recebe apoio de instituições de financiamento e fomento como a Financiadora de Estudos e Projetos (FINEP), através do programa Prime, a Fundação Cearense de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico (Funcap), com o Fundo de Inovação Tecnológica (FIT), o Instituto CENTEC (consultoria), o Banco do Nordeste do Brasil (BNB) e o Instituto Euvaldo Lodi (IEL), através do Programa de Bolsas. Além disso, a empresa é apoiada pela Funcap com o projeto “Aproveitamento integral dos resíduos do beneficiamento da tilápia: óleo animal, concentrado protéico e/ou composto orgânico”, aprovado no edital Fundo de Inovação Tecnológica FIT 08/2009.

Para mais informações, pode-se consultar o site da PISCIS em www.piscis.ind.br ou o contato pode ser feito pelo e-mail piscis.ce@hotmail.com.

Fonte: Site do Governo do Estado do Ceará http://www.ceara.gov.br/