Português

Professor e técnico do CCA lançam em português livro de Larry Klein sobre o despertar para uma nova agricultura por amor à terra

24 de novembro de 2020

O professor José Carlos de Araújo, do Departamento de Engenharia Agrícola, e o servidor técnico-administrativo Asdrúbal de Albuquerque Arraes lançam, nas categorias de editor e tradutor respectivamente, o livro Por amor à terra: despertar para uma nova agricultura, de Larry Klein. A obra é publicada pela Expressão Gráfica e Editora, de Fortaleza, e pode ser obtido de maneira gratuita diretamente com o editor.

Transcrevemos abaixo texto do professor José Carlos de Araújo sobre a sua experiência com Larry Klein e o livro traduzido para a nossa língua.

“Em 1982, li a biografia da russa Catarina de Hueck Doherty e de sua comunidade Madonna House, na qual se vivia do próprio trabalho, sem empregados ou patrões, sem troca de dinheiro, no mais profundo espírito de solidariedade. Vivi na comunidade, localizada no pouco habitado município de Combermere, Canadá, por um semestre. Tudo me impactou positivamente: do trabalho dividido por todos/as às refeições saudáveis que eram frutos diretos da produção comunitária. Da liberdade concedida a nós sem exceção, ao contato com a exuberante natureza local.

Uma das marcas centrais dessa experiência foi trabalhar na fazenda St. Ben’s, sob a orientação segura (sabia o que estava fazendo e o que devíamos fazer!) e adequadamente pedagógica de Larry Klein. Em 2004, tive a enorme satisfação de reencontrar Larry, que me entregou dois manuscritos sobre o amor à Terra (e à terra!) e sobre suas ideias de uma nova (nova?) agricultura. O texto me encantou e o partilhei com amigos/as durante alguns anos.

Agora, após a tradução de Asdrúbal Albuquerque Arraes, temos a enorme alegria de apresentar as ideias (vindas da prática e retornando a ela) de Larry sobre outro modo de se fazer agricultura, em contraponto ao modus operandi do agronegócio, no qual se maltratam a terra e as pessoas que nela trabalham; e produzem-se alimentos que não nos trazem saúde. Nesse momento conjuntural de barbárie, criada sob a égide da cultura ocidental, na qual se inclui o agronegócio, textos como esse são mais que um alento. São necessários.”

José Carlos de Araújo, professor do Departamento de Engenharia Agrícola – e-mail: jcaraujo@ufc.br