Área do cabeçalho
gov.br

Este sítio foi reprojetado para melhor atendê-lo. Acesse já pelo celular e veja mais essa novidade

Portal da UFC Acesso a informação da UFC Ouvidoria Conteúdo disponível em: Português

Universidade Federal do Ceará
Centro de Ciências Agrárias

Área do conteúdo

Professores do CCA tem projetos aprovados pela Funcap

Data de publicação: 8 de agosto de 2013. Categoria: Notícias

Os professores Daniel Albiero, do Departamento de Engenharia Agrícola e Bartolomeu Warlene Silva de Souza, do Departamento de Engenharia de Pesca, ambos do Centro de Ciências Agrárias/UFC, aprovaram projetos junto à Fundação Cearense de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico-Funcap.

A proposta do Prof. Albiero, cujo título é Projeto de desenvolvimento e inovação tecnológica em máquinas agrícolas para o semiárido, tem como objetivo analisar e categorizar os graus tecnológicos de mecanização agrícola na região do semiárido e, com base nesses dados, diagnosticar as necessidades específicas de cada tipo de produtor. A partir dessas informações serão desenvolvidas adaptações e projetos de novas máquinas, visando a criação de patentes que serão disponibilizadas para as indústrias da região. Os trabalhos estão previstos para começar em setembro deste ano e terão duração de 36 meses.

Além de garantir um desenvolvimento mais eficiente da produção agrícola da região sem degradar o meio ambiente, o projeto prevê a realização de um workshop para divulgar o tema “Modernização da Mecanização Agrícola do Semiárido”.

Na mesma instituição, dessa vez, em novo edital, foi aprovada a proposta  do professor Bartolomeu, Biomateriais obtidos de resíduos da indústria pesqueira: Caracterização Química e Avaliação do seu efeito em filés de pescado, em colaboração com o Departamento de Engenharia Biológica da Universidade do Minho, localizada na cidade de Braga, em Portugal.

O trabalho pretende analisar biomateriais obtidos através de resíduos do processamento industrial de peixes e crustáceos e aplicar esses materiais como revestimento em filés de pescado resfriados e congelados. Os efeitos dessa aplicação serão avaliados através da medição das propriedades microbiológicas e físico-químicas do pescado durante o armazenamento.

O projeto também prevê o intercâmbio de pesquisadores entre Brasil e Portugal e teve como parceiros o Laboratório de Tecnologia do Pescado, do Departamento de Engenharia de Pesca, o Laboratório de Tecnologia da Biomassa e o Laboratório de Biotecnologia Molecular.

Fonte: Prof. Daniel Albiero, do Departamento de Engenharia Agrícola (3366.9763) e Prof. Bartolomeu de Souza, do Departamento de Engenharia de Pesca (3366 9730).

Acessar Ir para o topo